quarta-feira, 18 de outubro de 2006

Dias assim

Existem dias difíceis, dias complicados, incompreensíveis, descoordenados, impróprios, furiosos, inadmissíveis, despropositados, destrutivos, cansativos, incoerentes, sem cor, sem rir...
Existem dias assim, que tudo se une sem desvario, certo que o sol não parece aclarar nenhuma vontade ou confiar num sorriso aberto, somente sincero e autêntico.
Hoje não há lugar a mentiras, falsas palavras, nem pensamentos silenciosos.
Nestes dias assim, só o som da filha me devolve a realidade.
Hoje quero ouvir-te todo o dia.

1 comentário:

Bruno Alexandre disse...

Boa tarde! :-)

De xs em qd venho aqui ler-te por força de me sentir mais próximo de ti e do P, embora nao os conheçendo. Sei q me sinto bem de vos ler. Aconhega-me. Gosto de vos saber. É um refugio pra mim. Isto para dizer q tenho dias parecidos em q tb só me apetece ouvir quem eu sei q me fará " levitar"

P.S.: desculpa o facto de por xs nao conseguir distanciar-me o suficiente e acabar por falar do P. mas é q hoje e para sempre, para mim, o P. significa muito e eu tenho vontade de Vos dizer isso.
Desculpa qlq coisinha.