quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

Dia de consulta

Os enjoos continuam persistentes, as más disposições, o cansaço, a soneira desgraçada logo pela manhã, tudo aquilo que desconhecia de uma gravidez. E certo que tudo normal para uma gravidez. Mas não para mim.
Percebo quando dizem que uma gravidez não é igual a outra.
Alguém me deu uma dica e eu claro concordei, que desta vez o maridão não teve os sintomas por mim, quando da Catarina ele é que sentiu tudo o que descrevi acima, e desta deixa-me assim desamparada...!
Hoje vou mais uma vez ver o meu “camarãozito” e ouvir o seu coraçãozinho a bombar, já a querer comunicar com a mãe, que como comunicador sairá de certo à família.
A sua paixão virá do amor dos pais, a verdade como a de qualquer criança, o riso...dele/a sempre, o sonhar da vontade de nunca parar, o olhar de poeta e uma força selvagem que o/a acompanhe toda a sua vida, e nós sempre por perto.

2 comentários:

marília disse...

Rita,
Estive a ler o teu blog e, eis senão quando (e não me perguntes porquê...) dei por mim a pensar: será esta a "Raite", a irmã do Pedro? E não é que percebi que eras mesmo...? Fiquei muito contente, não conheço nenhum dos dois, mas gosto imenso do Pedro e suas manhãs e gostei muito do teu blog!
Um beijinho e parabéns por esse maravilhoso estado de graça em que te encontras (e a Catarina é linda!)

bruno alexandre disse...

Muitos Parabéns Rita.

Estás de Esperanças - como diz o teu mano de quem eu gosto muito.

Mais uma vez Muitos Parabéns e que sejam 9 meses muito pequinininhos :-)